Diabo de Pontal da Areia

O_Diabo_de_Pontal_da_Areia.jpg

Quando os moradores da pequena cidade de Pontal da Areia na costa sudoeste da Varisia falam em voz baixa sobre “o diabo”, eles querem dizer da terrível criatura que ameaça a comunidade e seus arredores por mais de uma década. Eles acreditam que o monstro sabe quando uma pobre alma fala dele. De acordo com a lenda, algumas vezes aqueles avistam a criatura ou falam livremente dela desaparecem na noite para nunca serem vistos novamente. Descrições precisas variam, mas a maioria concorda que ele lembra um grande cavalo, com asas coriáceas, cauda reptiliana, olhos vernelhos flamejantes. Alguns dizem que o diabo controla a neblina e o vento, outros dizem que ele cospe chamas ou que ele pode literamente matar de medo. Quando animais são mortos em seus currais ou crianças desaparecem de suas camas, os cidadãos rapidamente culpam o Diabo de Pontal da Areia. A besta também é denunciada quando uma construção pega fogo ou quando uma colheita mingua.

Outra complicação é que evidências físicas do Diabo de Pontal da Areia raramente duram muito tempo. Pegadas profundas na lama desaparecem durante a noite. O corpo dilareçado de animais disaparecem sem deixar rastro, mesmo quando estão sendo guardados. Escritas e pinturas relativos a criatura pegam fogo espontâneamente. E claro, algumas almas corajosas que partem para matar o monstro nunca retornam, ou desaparecem misteriosamente algumas semanas de retornar a cidade de mãos vazias.

Uma dos sinais mais comuns da presença do diabo são pegadas grandes, feitas por uma criatura andando sobre duas patas, em locais diferentes como um telhado, ou dentro de um celeiro fechado. Viajantes pegos pela neblina em noites sem lua ouvem o som de asas coriáceas batendo ou veem o lampejo da sombra da criatura sobre suas cabeças. Animais que desaparecem ou são encontrados mortos e meio queimados. E claro, quando alguém desaparece enquanto viaja a noite.

Diabo de Pontal da Areia

A Ascensão dos Runelords sergionauta