varisianos

Silvui.jpg
Os Varisianos se consideram a raça nativa do reino que compatilha de seu nome. Itinerantes e nômades, os Varisianos viajam em caravanas, parando apenas para apresentar seus shows. Alguns Varisianos usam sua natureza sociável e de boa aparência para enganar; esses poucos malandros que dão aos Varisianos sua má fama. A maioria dos outros povos respeitam os Varisianos por suas antigas tradições e vasto conhecimento, mas desconfiam de suas intenções. Contos sobre Varisianos não tem fim. Qualquer pessoa que se sentar numa taverna pode ouvir uma história sobre como eles nunca constróem cidade ou semeam plantações, como vivem em carroças que os levam pelas terras, como cantam e dançam por dinheiro, como vestem cores brilhantes e cobrem seus corpos com jóias e tatuagens confusas, e como um Varisiano uma vez roubou o melhor amigo do irmão da esposa de seu tio em um esquema elaborado.

Contos de trapaças e enganações Varisianas geralmente vem de interações com os Sczarni, um clã de Varisianos dedicados ao roubo e jogos de azar. Os Sczarni viajam com menos frequencia do que os parentes deles, abrindo lojas nas cidades por meses e até anos. Enquanto a atividade criminal deles permanece sem ser detectada, os Scnarzi continuam a sangrar suas vítimas até os bolsos deles ficarem cheios ou a vizinhança levantar suspeitas. Então eles se mudam para a próxima cidade e começam tudo de novo.

Os Varisianos gostam de cachecóis de todos os tamanhos e cores, mas alguns possuem um significado especial. O principal é o cachecol da família ou kapenia. As crianças recebem a kapenia ao atingir a maior idade; possuir uma é ser um adulto. Esses longos e pesados cachecóis parecem elegantes e dificilmente ornamentados de uma maneira imcompreensível para a maioria dos forasteiros. No entanto, para os Varisianos os cachecóis mostram a árvore genealógica deles. Trançando os laços e nós, um Varisiano pode traçar sua história pessoal até a de seus pais, irmãos, avós, e bisavós, contanto que a família possua o conhecimento. Os kapenias são usados somente em ocasiões especiais, como em casamentos ou funerais. A maioria escolhe ser enterrada com as kapenias deles, embora alguns a deixem para seus entes queridos.

Os Varisianos se vestem com roupas coloridas em seu dia-a-dia. Eles acreditam que certas cores carregam poderes específicos e escolhem suas roupas para atrair o tipo certo de energia que precisam. Rosa é a cor do amor, bondade, e coragem. Vermelho representa a luxúria, vida longa, e força interior. Laranja é a cor da alegria e prosperidade. Verde é a cor da sabedoria e do autocontrole. Turquesa representa a força física e a comunicação não-verbal. Azul é acor da saúde, juventude, e beleza. Violeta atrai inspiração divina e intuição. Os Varisianos adoram jóias e preferem gemas a moedas. Eles acreditam que tesouros vestidos são máis difíceis de serem roubados do que escondidos ou trancados numa caixa.

Os Varisianos nunca insultam seus líderes ou ancestrais, e apreciam essa lealdade nos outros. Embora a dedicação deles a família seja inabalável, os Varisianos deixam a caravana deles para se aventurar por causa de muitas razões. Alguns têm estranhas visões ou visões que os guiam a deixar seus clãs. Outros perseguem a resposta de um misteriosa e perturbadora angústia. Um Varisiano pode cair em desgraça perante seu clã e parte em busca de redenção, ou pode se sentir traído por sua família e parte em busca de uma nova.

varisianos

A Ascensão dos Runelords sergionauta